decoration decoration

APAJO irá desencorajar publicidade em sites que infrinjam direitos de autor

APAJO desencoraja publicidade em sites que infringem copyright

A Associação Portuguesa de Apostas e Jogos Online (APAJO) prometeu trabalhar com os signatários da proposta e limitar o montante de dinheiro oferecido às entidades que se recusarem a seguir as regras.

A APAJO assinou um memorando de entendimento para reduzir a publicidade em sites que infrinjam direitos de autor.

Este memorando, promovido pela Comissão Europeia, visa combater as infrações contra os direitos de autor. Em causa, a identificação de domínios online que transmitem ou pirateiem conteúdo, sem licença para o fazer. Ao tomar ação contra tais entidades online, os signatários do memorando irão limitar de imediato o dinheiro que os infratores dos direitos de autor recebem.

Como delineado pela comissão, a APAJO irá juntar-se assim a outros 29 parceiros, como a Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN), que já trabalham para pôr fim a todo o tipo de publicidade sobre pirataria e sites ilegais de streaming.

A APAJO e os restantes signatários trabalharão, assim, na promoção de melhores práticas, tal como no desenvolvimento de iniciativas e ações que melhorem as práticas de direitos de propriedade intelectual (IPR).

O memorando, até ao momento, tem sido um sucesso. Em particular na sensibilização para o facto de os anúncios online das empresas podem ser colocados em sites que divulgam ilegalmente conteúdos protegidos por direitos de autor.

APAJO está comprometida para atuar conforme as regras

Ricardo Domingues, o presidente da APAJO, reforçou o compromisso da organização para tomar ações contra a infração dos direitos de autor.

O mesmo explicou que a publicidade é um pilar fulcral na indústria de jogo online regulada, por isso, é crucial publicitar, de forma responsável, sem financiar sites suspeitos que ilegalmente distribuem conteúdo.

Domingues explicou ainda que a indústria iGaming é um anunciante de relevo, com noção do problema existente. Fez notar que os membros da sua associação sabem que quando promovem determinadas marcas e atividades, têm igualmente a responsabilidade de promover boas práticas de publicidade e de comunicação.

Como operadores no setor de jogo regulado, os membros da APAJO conhecem a importância de não promover conteúdo sem licença e más práticas na indústria.

Domingues concluiu dizendo que a APAJO e todos os seus membros subscrevem integralmente a missão e o espírito deste memorando de entendimento, realçando assim, que a associação promete promover o memorando para todos os seus parceiros e em torno de todas as atividades.

A APAJO tem vindo a ser reconhecida, há muito tempo, pela sua regulação e segurança, sendo que em novembro de 2022, a associação lançou uma campanha contra o jogo online ilegal, tentando promover o mercado legal com vista ao Campeonato do Mundo da FIFA.

Durante a campanha, a APAJO educou os seus utilizadores para os perigos de jogar em sites sem licença, relembrando aos jogadores que quando estes jogam em operadores ilegais, os seus depósitos, lucros e dados pessoais estão em risco.

Rita Ferreira

Escrito por: Rita Ferreira
  • 44 artigos
Especialista em:
  • Casinos
  • Jogos

Licenciada em Línguas e Relações Internacionais, teve a oportunidade de trabalhar em iGaming em Malta, o centro europeu da indústria. Durante os últimos cinco anos, aprofundou os seus conhecimentos sobre as várias áreas do setor, tendo-se especializado em avaliações de casinos e casas de apostas desportivas online.

Necessita de ajuda para navegar pelo mundo dos casinos online em Portugal e procura uma fonte confiável?

Não procure mais! O CasinoPortugal.online e a nossa equipa de especialistas avaliou, meticulosamente, e escolheu a dedo, as melhores opções disponíveis para si, tais como casinos de pagamento rápido, novos casinos, casinos a dinheiro real, jogos de casino, jogos ao vivo, casinos móveis, bem como os mais recentes bónus de casino, bónus sem depósito e rodadas grátis.

Artigos relacionados